Proposta Pedagógica

A Beija-Flor é uma escola que adota a concepção sócio-interacionista, entendendo o homem como um ser social, que aprende mediante a interação, transformando a si mesmo e o mundo em que está inserido. Acreditamos que cada indivíduo tem suas capacidades e habilidades, e para isso trabalhamos com os campos de experiência para aprimorar e desenvolver o ser humano em sua totalidade.
Assim em todas as turmas trabalhamos os campos de experiência:

  • Traços, sons, cores e formas
  • O eu, o outro e o nós
  • Relações naturais;
  • Corpo, gestos e movimentos
  • Escuta, fala, pensamento e imaginação
  • Espaços, tempos, quantidade, relações e transformações

 

Esses campos são trabalhados com objetivos a serem alcançados em cada faixa etária e, são cumpridas através de atividades /planejamentos realizados semanalmente.

O professor e o educador asseguram à criança uma formação crítica, garantindo um pleno desenvolvimento envolvendo a aprendizagem, autoestima, reflexão, conquistas e convivência em grupo.

A escola Beija-Flor, prioriza a educação e desenvolvimento emocional, trabalhando com a autonomia, cooperação, trabalho em equipe, expressão de sentimentos, desejos e vontades, criticidade e individualidade. Para tanto, o planejamento das aulas é desenvolvido e discutido semanalmente com a coordenação pedagógica e com a direção da escola. Esta prática objetiva também oportunizar que todos os pontos positivos e negativos sejam revistos e adaptados para as conquistas da criança em sua turma.

O nosso objetivo é garantir à criança o acesso ao conhecimento e as aprendizagens de diferentes linguagens, assegurando o direito à proteção, a saúde, a liberdade, a confiança, ao respeito, a dignidade, a brincadeira, a convivência e a interação com os adultos e outras crianças.

“[…] Grande é a poesia, a bondade e as danças… Mas o melhor do mundo são as crianças […]”  Fragmento do poema Liberdade de Fernando Pessoa